<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Fun Faria

quinta-feira, agosto 21, 2008

Surgiu logo nos primeiros dias, em tons de aviso, este disparo do senhor barbeiro: “Olha que eu venho cá comprar os jornais todos dias. Temos de ser uns para os outros...”. Assimilei a mensagem e até hoje não me atrevi a cortar a lã noutro sítio. Esta parceria quiosque-barbearia alargou-se rapidamente pelo resto da praça, embora sem o carimbo semi-oficial do “temos que ser uns para os outros”. No entanto, há um cliente a quem tenho escapado, embora me compre regularmente meia dúzia de publicações: a Funerária Faria. Malta porreira, de bom trato, etc e tal, mas... não me dá jeito nenhum e aqui em cima respira-se melhor, obrigado.

Eu não sou supersticioso, mas é melhor não facilitar: sempre que lhes marco uma reserva, levam no topo da publicação com “Fun Faria”. E já agora, aqui vão dois toques no nº9 da “Casas de Madeira”.
Toque, toque, já está.

posted by ardinario, 8/21/2008 05:23:00 da tarde

0 Comments:

Add a comment