<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

O coiso de zbrummm

segunda-feira, maio 28, 2007

Homem, 45 anos, estatura média-baixa, bigode, calça de fato-treino vermelha, camisola de malha em losangos de cores sortidas, sapato de ir ao pêssego. À primeira vista, a descrição condiz na perfeição com o treinador adjunto do Valpaços. Mas não. Na realidade trata-se apenas do retrato-robot do comprador tipo de uma das melhores e mais surpreendentes fontes de receita do quiosque: o filme porno.
Para além das características acima indicadas, é ponto assente que o homem é benfiquista. ( O adepto do Sporting, na melhor das hipóteses, entretém-se a visionar uma ou outra cena mais escaldante da telenovela da noite. E, adeptos do Porto, por aqui... não há).
O homem de que falamos pode manifestar-se de inúmeras formas... Bem, na realidade, para ser mais preciso, pode fazê-lo apenas de duas.
Uma delas transforma-o num comprador porno técnico-táctico. O comprador técnico-táctico, para além de delinear uma estratégia para a compra, faz observações prévias ao produto que tem em vista. Estuda o título, espreita a capa e analisa o elenco, podendo a coisa prolongar-se por vários dias. Para ele, “Penetrando sem piedade” e “Rabinhos inquietos” são duas coisas completamente distintas. Por norma, é bastante reservado na sua aproximação à banca. Deixa fluir educadamente um hipotético amontoado de pessoal e, por fim, quando se encontra livre de qualquer intruso, solta um hesitante e quase inaudível: “Olhe, dê-me ali o coiso de zbrummm”. “Desculpe?”. “O coiso que está ali. O coiso de zbrummm...”. É o técnico-táctico, mas há quem lhe chame trinco.
Mas um comprador porno pode assumir uma outra faceta. É o criativo, o nº10 do porno. Não é homem de grandes indecisões. Para ele, “Donas de casa depravadas” serve perfeitamente e não há que prolongar o assunto. Não utiliza artimanhas baratas para acomodar o produto (falo da caixa do filme, claro) e geralmente vem acompanhado por mais que um compincha. Quando assim é, exibe orgulhosamente a sua compra ao grupo, podendo mesmo gerar uma inesperada corrida desenfreada ao filme-porno por parte do pessoal. No fim das transacções, trocam-se graçolas sobre os títulos, geram-se expectativas sobre os conteúdos e mandam-se piropos à moçoila mais próxima. É o chamado treino de conjunto.
Discretamente, tento manter-me à margem da paródia. Não é fácil, mas resisto estoicamente.
posted by ardinario, 5/28/2007 03:09:00 da tarde

1 Comments:

LOL

Add a comment