<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Exercícios artísticos do mundo dos quiosques

sexta-feira, outubro 24, 2008

Se ainda houver um daqueles concursos de tentar enfiar o maior número de elefantes dentro de um Mini, eu entro. Entro porque me sinto com uma capacidade fora do normal para arrumar material de grande envergadura em espaços manifestamente pequenos.
Neste preciso momento, 25% da capacidade do quiosque é ocupada por 130 livros de uma colecção intitulada "Tesouros artísticos do mundo". É uma colecção tão espectacular que já vai na 4ª edição (lê-se 4ª tentativa de impingir a quem quer que seja) e duvido que mais de 17 pessoas tenham feito a colecção até ao fim. Pois bem, desta vez a malta espectacular da Asco esmerou-se e decidiu oferecer o espectacular 1º volume na compra de... qualquer coisa, disseram eles. Levei muito a sério este "qualquer coisa, disseram eles" e até o Joãozinho levou o 1º volume juntamente com a Bubbalicious de morango. Em duas horas despachei 65 livros de capa grossa.
Fui castigado, obviamente.
Hoje chegou o 2º volume, a 9,95€ a peça, com oferta do 3º volume. 65 exemplares, o que dá 130 volumes de capa grossa. Conto não vender nenhum, ou até mesmo nenhum, quem sabe. Mas está bonito o quiosque. Todo azul e branco, a cor preferida do João Pinto.
posted by ardinario, 10/24/2008 12:49:00 da tarde

3 Comments:

acho que já disse que gosto de quiosques, mas confesso que gosto deles sem a tralha das ofertas, deve dar um trabalhão arrumar aquilo tudo..
commented by Blogger @na, 10/25/2008 8:38 da tarde  
Vale mais tarde que nunca, por isso e como só descobri o seu blog hoje vou passar a vir cá frequentemente. É absolutamente fantástica a forma como vc encara o seu negócio. Eu também tenho um mas estou a detestar o que que estou a fazer. Além de que a zona onde a minha loja está situada é pouco segura e eu não sabia. Já alguma vez foi assaltado
?
O texto foi sem algumas letras . Eu também tenho uma loja mas noutro ramo.

Add a comment