<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

PLAYtwitterwiththeBOY

quinta-feira, abril 23, 2009

Às páginas tantas, em A insustentável leveza do ser, Milan Kundera escreve qualquer coisa parecida com isto: “a vida não é mais que uma imensa sucessão de coincidências”. E nós, naquele momento, suspendemos a leitura e vamos tomar um banho de água fria.
Há quem encontre naquelas palavras a perfeita definição de destino. Não faço ideia quem. Nem sei definir destino. E há quem veja ali a antítese da expressão “olha… é o destino”, como se houvesse ali uma mão marota a decidir aquilo que semeámos.

Pois bem, passou quase um mês desde o lançamento da Playboy e ainda estou a colher o que semeei ao lançar o concurso “Acerta na hora em que vai ser vendido o 1º exemplar da Playboy, e habilita-te a ganhar uma viagem à Figueira da Foz, a pagar um almoço ao gajo do quiosque e a levar para casa dezenas de pares de mamas embrulhadas em papel de revista. Em troca, o teu companheiro vai poder executar o seu trabalho, em formato vídeo, sem pressões, mas com a garantia que a Associação de Pombas da Praça 8 de Maio lhe irá mover um processo judicial por invasão de privacidade”.

Não era fácil preencher estes requisitos e ao mesmo tempo acertar na hora da venda do 1º exemplar. Coincidência ou não, quis o destino que a Ângela cumprisse com todas as condições, e ao mesmo tempo levasse para casa a Dona Playboy.


(foto AlexGamela)

Momentos antes do repasto, Pedro do Jornalices, conduzia a entrevista mais importante da sua vida. Talvez seja inaudível, mas logo no início do vídeo que se segue, há um murmurinho entre a comunidade pombalina: "Pssst, aquele é que é o Mourinho dos quiosques... Só lhe falta o fato Armani, 17 milhões na conta bancária e o Ibrahimovic a vender Records".


http://vimeo.com/4278580 from Jornalices on Vimeo.
posted by ardinario, 4/23/2009 04:25:00 da tarde

2 Comments:

Mais um post de se (re)ler. E não tem nada a ver com o facto de teres identificado o autor dessa brincadeira.
commented by Blogger PJ, 4/23/2009 5:37 da tarde  
AHAHA!! O que eu me fartei de rir :D
Grande concurso, não foi? Mais: será que mais alguém conseguia todos aqueles requisitos? Não me parece! :)
Um encontro a repetir ;)

Beijinho***

Add a comment