<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

A ajuda do público deu nisto...

terça-feira, janeiro 09, 2007

Antes de mais, tenho que agradecer a todos os que participaram no post anterior. Dessa forma pude perceber o que estava mal, o que podia ser melhorado, o que devia ser eliminado e o que devia ser mantido.
Não houve consenso em relação às duas propostas apresentadas. Para alguns, a proposta 1 era a melhor, para outros seria a 2. Houve quem não gostasse de nenhuma e houve quem sugerisse juntar as duas para dar a escolher ao cliente. Foi o que fiz.

Vamos por partes.
A entrega do jornal em casa ou escritório é sem dúvida uma boa vantagem. No entanto, para o quiosque tem alguns contras. O que fazer quando o cliente não está em casa é o que mais me preocupa? Disse aqui que o jornal poderia ser deixado na caixa de correio, mas se pensarmos no Publico ou DN de 6ª feira, nos semanários ou vários jornais ao mesmo tempo, nem com a ajuda do Luis de Matos a coisa lá ia... Penso que o problema tem que ser resolvido caso a caso, com o cliente, pelo que esta vantagem mantém-se na proposta.
A oferta de jornais na compra de cartões pré-pagos estava de facto mal elaborada, como alguém comentou. Não faz sentido oferecer 1 jornal com um cartão de 20 euros e 2 jornais com um cartão de 50 euros. A oferta mantém-se, mas com valores diferentes.
Havia vantagens demasiado vagas, como muitos referiram. "Garantia antecipada da sua publicação preferida" era uma delas. Eliminou-se. "Promoções exclusivas e sazonais" idem. A "newsletter semanal" eliminou-se devido essencialmente aos custos associados, mas poderá surgir posteriormente, assim como a "colocação gratuita de de anúncios", que só iria beneficiar uma ínfima parte de clientes.
Outras vantagens tornaram-se mais esclarecedoras. Os pontos amealhados dão direito a vantagens directas e o sorteio mensal oferece um vale de compras de valor fixo. O brinde surpresa no dia de aniversário é isso mesmo... uma surpresa.
A vantagem da happy hour é a única que me parece estar ali caída do céu, sem fazer muito sentido. Ideias precisam-se...

Como referi em cima, e seguindo o que alguém escreveu, seria bom oferecer 2 cartões a diferentes tipos de cliente. Um cartão para aquele cliente de compras mais esporádicas, mas que gostará de beneficiar de algumas vantagens em ser cliente. Não é um cartão de grandes vantagens, e por isso mesmo poderá servir para "puxar" o cliente para o cartão VIP, que incluirá as vantagens do cartão-cliente normal mais as vantagens associadas ao cartão VIP. O cartão VIP destina-se ao cliente regular do quiosque. É pré-pago e recarregável, e é o único que garante a entrega do jornal/revista ao domicílio.
Volto a insistir. O cartão VIP oferece vantagens suficientemente atractivas a um cliente regular do quiosque, de modo a justificar o seu pré-pagamento. Há milhares de pessoas que utilizam o prá-pago para usufrir de vantagens. Nas chamadas de telemóvel, por exemplo. Hoje em dia até já há cartões pré-pagos com minutos de estacionamento, e que se activam gratuitamente por telefone.

Outra questão. Tenho vários clientes, super regulares e da máxima confiança, que efectuam o seu pagamento apenas no final da semana ou do mês. Para estes clientes pensei em criar um cartão GOLD :) (que não figurará nesta proposta). O cartão GOLD tem as vantagens do cartão VIP e em vez de ser pré-pago, oferece um crédito de X (conforme o cliente), a liquidar quando se atinge esse valor.

Finalmente, a máquina de café.
Não sou dos que pensa que estaria a ultrapassar a gama de produtos do quiosque. Se o produto for bom e com potencial de agradar ao cliente, por que não arriscar?
Estou quase, quase convencido. A máquina é linda, pequenina, e incrivelmente barata, tendo em conta a suprema qualidade do café. Já devem conhecer. Insere-se a cápsula, fecha-se, e o melhor café do mundo, de variadíssimos sabores, está pronto a sair. Até 15 de Janeiro oferecem 50€ em cápsulas na compra da máquina. Acho que vou aproveitar e comprá-la a meias com o quiosque.
Digam lá que este distribuidor giratório de cápsulas de café não fica apetitoso ao lado da banca de jornais...

Image Hosted by ImageShack.us

Obviamente, o café sai mais barato para portadores de um cartão cliente...

Isto já vai longo. Vistam lá outra vez a camisola de cliente do quiosque e digam de vossa justiça.

P8M é a zona da cidade onde se insere o quiosque. A ideia do nome foi de um cliente-amigo.

Image Hosted by ImageShack.us
posted by ardinario, 1/09/2007 08:46:00 da tarde

6 Comments:

A ideia do Nespresso é muito boa. Basicamente está-se a oferecer um café que é mesmo diferente daquele da pastelaria ao lado que vende uma bica ou um cimbalino (não resisti). É o mesmo que vender Coca Cola num mercado onde só existe "bebida de cola". Mas atenção: Se as vendas dispararem a máquina pode não aguentar e, mais importante do que isso, as recargas estão sempre a esgotar-se. Não há nada pior para um fornecedor do que prometer e não ter.
commented by Anonymous Anónimo, 1/10/2007 10:04 da manhã  
É isso mesmo: o café Nespresso! Será uma grande mais-valia do quiosque e uma razão mais do que suficiente para uma deslocação até à Rua 2/Jan.
Atenção aos pormenores: chávena/copo terá q ser de plástico (idealmente transparente); colher tb; vais ter q ter garrafões com água; a máquina deverá ser das automáticas, para que não tenhas que estar sempre com atenção enquanto estás a tirar o café; terás que ter pacotes de açucar e talvez adoçante; guardanapos; deverá existir um espaço/local/banca onde o cliente possa pousar o café enquanto segura/compra o jornal/revista; também deverá existir um caixote do lixo fora do quiosque (acho que já há); não deverás ter a variedade total de cápsulas (sugiro um forte, um fraco e um descafeinado); por último não sei se será necessária alguma licença (espero que não).
O preço do café (caso tenciones cobrar) deverá ser igual, ou mais baixo, que o do Café mais próximo (lembra-te que as cápsulas custam €0,30).
Abraço
Miguel
commented by Anonymous Anónimo, 1/10/2007 10:07 da manhã  
Bom, com o sucesso que se prevê para a iniciativa, não tarda e a Rua 2 de Janeiro vai ter um dono. Uma autêntica concentração de empresas, com o "Quiosque" a "papar" o café mais próximo, a "Vanessa", a praça de táxis... Como diria o outro, "o céu é o limite" (ou nem isso...?).
commented by Anonymous Anónimo, 1/10/2007 4:44 da tarde  
Olhe quando trespassar o café avise-me.
commented by Anonymous Braz Tizana, 1/11/2007 10:16 da manhã  
Também e já agora o Quiosque!
commented by Anonymous Braz Tizana, 1/11/2007 10:17 da manhã  
Caro ardinario,

daqui fala um dos amigos tirsenses,

acho q o cafe te vai dar chatices, alem de despesas desnecessarias. Vai-se perder o conceito "vou ali comprar o jornal num instante..." chega-se la "oh qui cara*** ta o gajo a servir cafes...", ainda por cima tens um cafe ao lado.
Quanto ao cartao ta muito bom, se esse for o aspecto dele é q acho q precisa ai de umas mudanças a imagem devia ser mais clean e menos cores. Podes tb por um codigo de barras q com um leitor optico vai-te directamente para a ficha do cliente.

continua com o bom trabalho ja estou farto de divulgar o teu blog aqui por cima...

grande abraço,

Hugo
commented by Anonymous Anónimo, 1/15/2007 12:49 da tarde  

Add a comment