<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Dias 39 e 40 - Um calhamaço debaixo do braço

sábado, outubro 21, 2006

Sexta-feira, 7 e 58 da manhã.
Por mais que eu tente e por muito que o despertador se esforce, não consigo fazer cumprir a última promessa da noite anterior. É fatal. Como diz o r.f., "eu tenho duas certezas na vida: uma é que vou morrer, outra é que nunca vou chegar ao tasco 15 minutos antes da abertura oficial".
Estaciono o carro, esfrego um olho, esfrego o outro, e à minha esquerda, em cima da banca, está uma pilha de volumes e caixotes que me faz saltar do assento. O que é isto?? É o comboio do 24 Horas...
(De longe, o maior brinde de todos os tempos. Ultrapassa seguramente uma folha A2! Obviamente, durante o dia, debaixo de uma chuva intensa, só os mais corajosos, desinibidos e ávidos por brindes se renderam ao calhamaço debaixo do braço.)
Passo pelos volumes como se não fosse nada comigo. Abro a porta, largo a pasta, peço 50 cêntimos à caixa, fecho a porta e abalo para o café.
Sexta-feira, 8 e 5 da manhã.
Entro no quiosque e penso "se tivesse cumprido a promessa, a esta hora já tinha passado pelo pior"
Às 8 e 20 da manhã estão seguramente dentro do quiosque o equivalente a 12 eucaliptos.

Caixas de 5ª e 6ª feira:

Image Hosted by ImageShack.us

Primeira sexta-feira em que se chega com saldo positivo. Até 3ª feira não se passam cheques, pelo que vai ser sempre a somar.

Image Hosted by ImageShack.us

E a prometida comparação Setembro 2005 /Setembro 2006:

Image Hosted by ImageShack.us

- Incrivel semelhança referente à venda de jornais de um ano para o outro!
- Descréscimo na venda de revistas.
- Aumento significativo no tabaco. Embora haja muita gente a mudar para o tabaco mais barato, o aumento dos preços terá feito aqui a diferença.
- A aposta nos cartões telefónicos/credifones também ajudou a uma melhor perfomance em Set./2006

Ainda não verifiquei, mas desconfio que Outubro vai também ser melhor que o ano passado...
posted by ardinario, 10/21/2006 10:12:00 da tarde

0 Comments:

Add a comment