<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Dias 46 e 47 - Cliente tipo

segunda-feira, outubro 30, 2006

O cliente mais usual do quiosque é super-rápido e costumo designá-lo por PPV - Pede, Paga e Vai embora. É assíduo, vem sempre à mesma hora e geralmente traz dinheiro trocado. É impossível impingir o que quer que seja a um PPV. Quando estamos a sacar um exemplar da 37ª colecção do 24 Horas , já o PPV se pôs a milhas. Se tem mais de um metro e oitenta, o PPV corre sérios riscos de cabecear violentamente a estrutura metálica do toldo. Faz de conta que não se passou nada, desaparece e volta no dia seguinte, pronto a repetir a dose.

Depois temos o cliente PPF – Pede, Paga e Fica. É o meu preferido, principalmente nas horas mortas da manhã. Não tem pressa, gosta de apreciar o que está exposto à sua volta e se não tem cuidado acaba por gastar mais do que aquilo que estava à espera. De facto, os PPF são um bom alvo para as que eu chamo de segundas escolhas. Não, não estou a falar do Mantorras, mas sim da possibilidade de ao cliente PPF ser sugerida uma determinada publicação suplementar que poderá ir de encontro às suas preferências. Enquanto comentam as últimas asneiras do governo, geralmente apanham com um “...por falar nisso, hoje saiu a Maxmen”. As 20 centímetros dos seus olhos, a foto da capa faz milagres. Se a coisa teve sucesso, convém não abusar em mais sugestões, ou corre-se o risco de o cliente se transformar num PPV.

Estes são os dois tipos de cliente principais. Depois temos os sub-clientes, em muito menor número mas com as suas particularidades muito especiais.

Há o cliente PF, dos Pedidos Difíceis. Invariavelmente do sexo feminino, coloca questões sobre revistas de ponto de cruz, de croché, arraoilosou bordados, certamente na esperança de ouvir uma pormenorizada descrição sobre o conteúdo da última edição da Para Ti, publicação referência das bancas. Um “não estou muito bem dentro desse tema” torna-se imperativo neste casos bicudos, e à cliente PF são abertas as portas da secção de revistas.

O cliente PEPedidos Estranhos – é raro, mas tem garantido um lugar de destaque nas Memórias do Quiosque. “Por acaso não tem calçadeiras?” ou “Vende milho para dar aos pombos?” ficarão para sempre marcados nos momentos mais hilariantes. Ouvir isto sem desmanchar uma gargalhada terá sido das mais árduas tarefas que ultrapassei no quiosque.

Finalmente há o CESCliente Espantalho do Sporting. Dizem que há pelo menos um em cada quiosque e eu confirmo. Aparece à 2ª feira, sempre que o fim-de-semana desportivo lhe corre de feição, e tem preferência pela hora de ponta, quando as probabilidades de dar de caras com benfiquistas são mais favoráveis. A 30 metros do quiosque já se ouve a cantoria “Ninguém pára o Benfica...”. Chegado ao local, pede os 3 desportivos, pergunta sarcasticamente pelos resultados e, no meio das bocas ao cabelo do Nuno Gomes ou aos mergulhos do Simão, consegue fazer dispersar qualquer Pede, Paga e Fica que se encontre por perto. Colecciona o Lucky Luke, o Michel Vaillant e há tempos saiu-se com esta: “Começa-me a guardar aquela colecção da Anita. Mas não digas a ninguém...” E eu não disse...
Um abraço, G.


E agora as coisas sérias...

Tal como me sugeriram, na 3ª feira passada "escondi" a TV 7 Dias do local de destaque habitual. As vendas foram ligeiramente inferiores ao normal, mas o facto de nos encontrarmos no final do mês poderá justificá-lo. Não houve aquele impulso do cliente retirar automaticamente a revista da pilha, mas não deixou de se vender por causa disso.
Sempre que surgir uma publicação que ache importante dar destaque à 3ª feira, vai roubar o lugar à TV 7 Dias. No entanto, pelo menos amanhã, vou continuar atento à menina.

Em relação ao referendo do desconto na entrega do futuro questionário, ganhou o "não". Concordo com os argumentos utilizados, pelo que haverá da minha parte uma sensibilização junto dos clientes no que diz respeito à entrega do questionário.

As caixas do fim-de-semana e o total da semana:

Image Hosted by ImageShack.us

O saldo:

Image Hosted by ImageShack.us

Amanhã é dia de PEC, salários, bónus,... Vem aí rombo nas contas!


Minuto 90 foi fatal para a venda dos desportivos

Um tal de Buba e um brasileiro de nome Bruno Moraes impediram que a venda de jornais desportivos no fim-de-semana se desenrolasse normalmente. Que a gracinha não se repita.

Vem aí gráfico!

Amanhã publico o gráfico referente aos rounds Expresso x Sol. Depois da era DVD, os confrontos a partir daqui serão mais justos.

Prémio Grandes Portugueses

Porque a paciência tem limites, está encontrado o vencedor da categoria Incompetência. A ver, amanhã ou depois.
posted by ardinario, 10/30/2006 10:35:00 da tarde

15 Comments:

Mais uma referência ao «blog mais excitante para os joirnalistas portugueses»

Parabéns. Mas claro, há que referi-lo: eles adoram falar de si próprios.
commented by Anonymous Anónimo, 10/31/2006 1:06 da manhã  
ó seu ardinário , não sabe onde posso comprar a revista de basquetebol " Gigantes del Basket"?
commented by Anonymous Anónimo, 10/31/2006 10:37 da manhã  
Brincando com coisas sérias é o que de bom existe neste Quioske porque isto de viver do modo que vivemos tem que ser levado em linha de "caixa" em que os débitos e créditos se batem diariamente eheheh.

Gostei, diria mais até, gostei mesmo.

www.generalgw.blogspot.com
Mas que falta fazia um ardinário neste país onde as ardinarices circulam sempre em torno das figuras públicas!!! Ardinario, voto em ti!:)
ass:fiel-depositária
commented by Anonymous Anónimo, 10/31/2006 4:30 da tarde  
Adorei o seu blog! Parabéns!
commented by Anonymous Anónimo, 10/31/2006 4:58 da tarde  
Oh Ardinário, só não percebi porque colocaste PF abreviatura de Pedidos Difíceis... foi para nao colocar PD e assim ferir algumas susceptibilidades? Se assim foi aceito a desculpa mas acho na mesma que PD ficaria na eprfeição... Abraço.
commented by Anonymous Monalisa, 10/31/2006 5:29 da tarde  
RR : mais uma referencia a este blogue - contaram a história do vigário, mas não a perceberam. Ficaram convencidos que perdeste 50,00 € com a história.
Este Blogue é sem dúvida um caso de sucesso
commented by Anonymous Filipe Leitão, 10/31/2006 5:39 da tarde  
Olá.Trabalho numa tabacaria e tive hoje o prazer de "esbarrar" com este blogue.Adorei!Revi-me em muitas situações(na do conto do Vigário tb - e feliz/ tb n me conseguiram enganar), fartei-me de rir e só me pergunto cm é q no final do dia ainda tem paciência para pôr td isto na net...Os meus sinceros parabéns e boa sorte nas vendas!
commented by Anonymous Catarina, 10/31/2006 7:53 da tarde  
Caro ardinario...
o sr fez uma referencia no seu blog acerca da "gracinha" do Bruno Moraes no Dragao...
aproveito para lhe fazer uma pergunta: o seu negócio de jornais desportivos ressente-se sempre que o FCPorto vence qualquer um dos "supostos" grandes da capital? ou apenas foi uma mera curiosidade?
ou, feita a questão de outro modo: o seu quiosque regista menor afluencia de clientes de desportivos, quando nalguma jornada os denominados grandes da capital conseguem resultados menos poitivos?

Um abraço de um assíduo leitor do seu excelente blog
commented by Anonymous Johnny Legend, 10/31/2006 9:59 da tarde  
Quero desde ja felicitar este nosso ardina portugues.Acho fantastica esta ideia inovadora de contar o seu dia a dia.O sr é um excelente contador de estorias nao ha duvidas e acho que deve ponderar a ideia do lançamento de um livro(quanto mais n seja para relançar e agitar a imprensa portuguesa).Eheh. So tenho pena ter tido conhecimento deste blog hoje graças a nomeaçao para o ¨Best of the Blog¨. Ardina ja es um heroi portugues e quisa votarei em ti no programa da RTP ¨os grandes portugueses¨ =D.Continua o bom trabalho.Parabens!
commented by Anonymous Anónimo, 10/31/2006 10:45 da tarde  
Ardinário. Tenho uma pergunta que gostaria que respondesses: Alguma vez supunhas que este Blog teria este impacto nos portugueses? E Em tão pouco Tempo?
Gostaria de saber o que achas deste fenómeno que criaste.

Mais uma vez, Parabens!
commented by Anonymous Filipe Leitão, 10/31/2006 11:02 da tarde  
Ainda á um mês atrás estudavas a hipótese de por aqui umas mulheres nuas a fim de ver este blogue mais frequentado...........lol.
Agora tens perto de 700 a 800 visitas diárias
commented by Anonymous Filipe Leitão, 10/31/2006 11:04 da tarde  
Gigantes del basket :) Isso ainda existe? Já não a vejo há mais de uma década!

Monalisa, as iniciais estão correctas. O resto não passou na censura ;)

Filipe, já ouvi :) Está aqui http://www.rr.pt/programasDetalhe.aspx?AreaId=112&SubAreaId=191&ContentId=184316

Catarina, o dia-a-dia de um quiosque é digno de ficar registado onde quer que seja. Boas vendas!

Johnny, sem dúvida! E nos dias das grandes vitórias europeias (infelizmente são poucas) há sempre um disparo de vendas dos desportivos. Lembro-me que as vitórias do Benfica na liga dos campeões do ano passado eram um festival de desportivos a voar. Foi a única vez que recebi 100 records num só dia!

Anónimo, não quero entrar nesse concurso. Quando entro em qq competição é para ganhar, e com o Santana Lopes não tenho hipóteses ;)

Filipe, não, nunca imaginei que tivesse este impacto. Mas convenhamos que o relato de um negócio de um quiosque é bem mais interessante que... sei lá... de uma perfumaria!
Estes fenómenos (se é que se pode chamar assim) acabam tão depressa como começaram. Quanto mais tempo durar, melhor para o quiosque. E isso é o que importa.
ainda existe em espanha . e com muita força. em portugal é que não perçebo porque´deixou de ser distribuida...
commented by Anonymous Anónimo, 11/02/2006 9:05 da manhã  
Mas porquê na Mouraria não compram jornais quando sportem e pipica não ganham? Afinal não dizem que merecem ganhar sempre? E vão-se abaixo por um golito ou outro nos descontos?
Há muito ouvi a história de se venderem mais jornais quando o Benfica ganha. Aceito como verdadeiro, mas não explica tudo.
Afinal, o Benfica campeão em 2005 não fez o Record vender mais do que era costume. E a campanha europeia de 2006 também não. Desde 2004 que anda a cair: 91 mil venda média diária; 85 mil em 2005 e 78 mil no 1º semestre de 2006, com o Benfica na Champions e o Mundial que correu bem a Portugal até Junho...
Pelo que se soube, o próprio director cabotino do Record confessou que A Bola vendeu mais no dia em que o título foi decidido no Bessa.
Melhor ainda: fui leitor assíduo do Record que hoje acho intragável, mentiroso e demasiado tipo 24 horas, enfim um escarro jornalístico. E lembro que o Porto foi campeão 5 anos consecutivos e o Record nunca deixou de subir nas vendas, atingindo não só picos de 115 mil de venda média diária e vários anos sempre acima de 100 mil. Foi o período em que a competição entre diários desportivos fez o Record superar A Bola pela 1ª vez em todos os segmentos. Sete ou oito anos volvidos, quem dirige o Record ufana-se de ter 712 mil leitores diários quando em período homólogo, há um ano, tinha 806 mil. Num jornal que escarnece do Porto e trata mal o notíciário do Porto ao nível de um diário generalista.
Então, também aqui o Porto tem "culpa"?
commented by Anonymous Anónimo, 11/03/2006 7:47 da tarde  

Add a comment