<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Época Agostini 2007/2008

quinta-feira, agosto 23, 2007

Abriu oficialmente esta semana a “Época Agostini 2007/2008”. Duas vezes por ano – uma em Agosto e outra em Janeiro – são lançadas as novas e repostas as velhas colecções anunciadas na TV, com a chancela Agostini. Com um preço hiper promocional no primeiro número, encarecido no segundo e normalizado a partir do terceiro, aprendi o ano passado que estes coleccionáveis são um óptimo suporte às contas do quiosque, apesar das inevitáveis desistências ao longo da colecção ( afinal, 40 euros por mês pesam muito em muitas carteiras). Assim sendo, há que eliminar da banca principal as publicações de maior formato, normalmente destinadas ao público feminino e com brinde associado, tais como Máximas, Cosmopolitans, Vogues, Elles e afins, e substitui-las pelos Noddys, Peças em Porcelana da Disney, Segredos do Egipto, e outros.

Image Hosted by ImageShack.us
Agora sim, já não há mais nenhuma colecção para inventar

Este ano o fascículo nº1 de cada colecção parece-me especialmente monstruoso. Nada que me deixe abater. Habituado que estou, a lidar com mestria em espaços pequenos, qual Maradona, a experiência acumulada leva-me a concluir que neste momento, se fosse lançada no mercado uma colecção de animais em escala real, não teria a menor dificuldade em acomodar um ou outro elefante no cantinho do quiosque destinado às colecções.
Venham elas! Quantas são, quantas são??

Ai maezinha, ajuda-me a arrumar esta tralha toda!!!
posted by ardinario, 8/23/2007 06:47:00 da tarde

4 Comments:

Tomei contacto com este "Ardinário" pela Sábado da semana passada e vim cá vê-lo quando pude.

Pois é, somos compagnons de route, também sofro do mesmo mal. Tenho a meias com a minha cara metade (barbeada) uma papelaria/tabacaria e apesar do espaço ser maior também estamos a sofrer o ataque dos extraterrestres (vidé piada da Lili Caneças)

Um abraço
F.Rocha
commented by Anonymous Anónimo, 8/24/2007 3:11 da tarde  
Onde é que está o Noddy por €2,99?
commented by Blogger dass, 8/24/2007 4:51 da tarde  
Não se vê na foto, mas está em baixo, na secção para crianças. E hoje apareceu cá o Dr.House, a 3,99€ :)
F.Rocha, isto das colecções tem muito que se lhe diga. Na última remessa, quando me passou pelas mãos a colecção dos Bichos embalsamados, perguntei a mim próprio: mas alguém vai comprar isto?? Pois bem, foi dos maiores sucessos que por aqui passaram!

Add a comment