<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d34117314\x26blogName\x3ddi%C3%A1rio+de+um+quiosque\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://diariodeumquiosque.blogspot.com/\x26vt\x3d5113954605552121106', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

diário de um quiosque

O Pacheco Pereira tornou-se uma espécie de Ardinario da política [caracteres extra para não me estragar o template do blog]

Dias 26 e 27 - Expresso x Sol (round 4)

domingo, outubro 08, 2006

Uma excelente 6ª feira antecipou mais um derby Expresso x Sol, que se vai tornando cada vez mais desiquilibrado. Já lá vamos.

Foi talvez das 6ªs feiras mais atarefadas até hoje. Tudo começou com um imprevisto, logo às 8:30 da manhã. Aquilo que parecia ser uma simples fotocópia de um passaporte ucraniano transformou-se num forte abalo na minha boa disposição matinal. Após o "faxavôr fotocopia!", salto sobre o maço do Y, contorno meia dúzia de VIPs, piso 3 guias de remessa e ligo a máquina. Tudo normal para uma 6ª feira. Primo o botão mágico da fotocopiadora, aguardo 1 segundo... aguardo 2... 3... e fotocópia nem vê-la! Fecho os olhos por breves instantes, rezando para que a máquina não se tenha avariado de vez (sim, o ano passado só deu prejuízo), volto ao mundo e, ao contrário do que eu esperaria - folha presa - acende-se uma suspeita luz vermelha. Avio 2 clientes, saco do manual, e na página 22, em espanhol, salta à vista o diagnóstico: "falta de toner". Devolvo o passaporte, desculpo-me ao ucraniano e parto em busca do toner suplente, que eu sabia perdido, algures nos 6 metros quadrados. Depressa desisto, pois fazê-lo numa manhã de 6ª feira, com reservas e sobras por fazer, é missão impossível.
Obviamente, confirmando Murphy, foi uma manhã em que toda a cidade parecia necessitar de tirar fotocópias...
A isto seguiu-se a chegada do fornecedor de tabaco, o cliente que 3 meses depois vem buscar os fascículos atrasados da colecção de Ópera, o puto que não se decide entre 3 ou 4 carteiras de cromos, o habitual telefonema da PT a dar conta dos novos tarifários, e o pedido que mais bagunça provoca no quiosque: "Pode-se mostrar os livros de palavras cruzadas, por favor?".
Com tudo isto e mais alguma coisa, as sobras da Asco adiaram-se para a tarde.
Apesar de tudo, foi uma óptima caixa e lá encontrei o raio do toner, abandonando a um canto.

O Sábado, apesar do volume de jornais aumentar exponencialmente, foi bem mais suave. Para isso conta muito a ajuda do Olegário - uma vez fui obrigado a abrir sozinho num Sábado e a experiência não foi nada agradável. O único senão foi a "construção" de 90 Expressos, que pareceu demorar uma eternidade. Às 9 e 15 estava tudo pronto a servir à banca.
Durante a tarde, que é um descanso em termos de movimento de clientes, o Olegário "arrumou" literalmente com as sobras, que por sinal estavam bastante atrasadas. Ficaram apenas umas publicações por "limar" para Domingo.
À semelhança da 6ª feira, uma excelente caixa!

Image Hosted by ImageShack.us

Depois dos pagamentos de 6ª feira:

Image Hosted by ImageShack.us

Entretanto, este Sábado...

Image Hosted by ImageShack.us

O Expresso começa a afastar-se. Mesmo descontando o "factor DVD", usualmente vendem-se entre 40 a 50 Expressos por semana, o que vem denunciar, até ver, uma vitória do Expresso.
O que se nota, e falo exclusivamente por aquilo que vejo, ouço e vendo, é que o Sol não vai roubar clientes ao Expresso. Quem quem quis dar uma oportunidade ao Sol nestas semanas, não deixando de comprar o Expresso, já deu a entender que irá continuar fiel ao Expresso, pelo que na próxima semana se adivinham novas "baixas" no Sol. Acontece sim que há novos "clientes semanários", e esses estão a ser pescados pelo Sol. Ou seja, muitos desses "28", que supostamente não compravam ou deixaram de comprar o Expresso, são agora clientes do Sol. Mesmo assim, tudo indica que para já não serão em número suficiente para alcançar o Expresso.

Em relação à procura do Expresso no quiosque, já se adivinhava que iria baixar, o que se pode justificar pela maior tiragem relativa a esta semana. Quem veio procurar nas semanas anteriores, sem sucesso, já o conseguiu fazer esta semana, noutro local, à primeira tentativa.

Para terminar, não deixem de ler aqui uma reportagem curiosa de Ana Machado centrada numa visão futurista para os media.
posted by ardinario, 10/08/2006 06:41:00 da tarde

4 Comments:

Como estudante de economia no secundário, este blog fascina-me pelas suas coisas, pelas contas, técnicas de venda e tudo o mais.

Parabéns pelo excelente trabalho e acredita que há sempre alguém que te lê.

Abraço
commented by Anonymous Anónimo, 10/08/2006 11:30 da tarde  
Mais um excelente balanço.
Continuação de bom trabalho e desejos de muitas vendas.
commented by Anonymous Anónimo, 10/09/2006 12:49 da tarde  
ola ardinário!
desde já o meu muito obrigado pelas úteis informaçoes que me deu!
gostaria de saber, se nao fosse pedir muito, se foi fácil conseguir ser
agente pay shop, dizem-me que sò é possivel se-lo apos ter dois anos de
porta aberta! será?
gostaria de saber tambem se há formas de ter carregamentos de telemóveis sem
ser através da payshop. e os cartoes teelfonicos para faalr para o
estrangeiro onde os adquire? e passes dos autocarros nunca pensou ter??
mais uma vez..agradecido pela atençao dada
commented by Anonymous Anónimo, 10/09/2006 10:48 da tarde  
Pois eu deixei de comprar o Sol porque... à 2ª é grátis na net! Posso bem passar com 2 dias de atraso. So espero que seja legal juntar o nº de leitores online à circulação paga que é para a minha consciência não ficar tão carregada...
commented by Anonymous Anónimo, 10/10/2006 5:43 da tarde  

Add a comment